Bebês, crianças e gestantes: necessidades específicas

Por dentro dos nossos produtos

Para bebês, crianças e gestantes, a L'Oréal segue uma carta de formulação específica e estratégias específicas de avaliação de segurança. Assim, a segurança de nossos produtos é avaliada e garantida para todos os públicos a que são dirigidos.

Bebês (0 a 3 anos) e crianças (3 a 18 anos)

Regras estritas para a composição de produtos para bebês e crianças

Seguimos regras estritas para a composição de produtos para bebês, que são mais delicados. Uma avaliação específica da segurança dos produtos destinados a bebês é fornecida pela regulamentação. Ela também prevê uma atenção especial à proteção microbiana de produtos cosméticos usados em crianças menores de três anos de idade.

Nos laboratórios da L'Oréal, temos uma carta de formulação específica para bebês e crianças, bem como testes de segurança particularmente exigentes e rigorosos antes de colocar no mercado um produto para "bebê" ou "criança".

As matérias-primas utilizadas nos produtos para bebês e crianças são 100% hipoalergênicas e de máxima tolerância comprovada. A concentração dos ingredientes, especialmente os agentes espumantes, é adaptada especificamente para bebês e crianças. Todos os produtos infantis, mas também os chamados "para toda a família" (gel de banho, por exemplo), respeitam esse princípio.

As fórmulas para bebês e crianças são testadas para garantir sua segurança. Elas estão sujeitas a testes de uso em painéis de consumidores adultos por 28 dias, depois em bebês ou crianças, após aprovação por um comitê de ética independente, por pelo menos 4 semanas novamente, tudo sob controle dermatológico pediátrico.

Oferecemos para bebês produtos de higiene e cuidados essenciais à sua higiene e bem-estar: gel de limpeza, loção micelar, lenços umedecidos, creme para assaduras, produtos de proteção solar. Limitamos os produtos infantis ao essencial necessário para o seu cuidado: produtos para lavar o corpo e os cabelos ou produtos de proteção solar.

Determinadas categorias de produtos não devem ser usadas em bebês e crianças, como, por exemplo, produtos para coloração de cabelos, alisantes, perfumes, desodorantes, produtos esfoliantes, peelings e esmaltes.

IOP babies children  pregnant women

A questão dos produtos solares

Para proteger bebês e crianças, é preciso limitar ou até proibir (especialmente para bebês) sua exposição ao sol, direta ou indiretamente, por exemplo, durante atividades ao ar livre ou passeios no carrinho, e seja qual for a estação. Em caso de exposição indireta (na sombra), é imprescindível cobrir a cabeça do bebê e da criança com um chapéu, e garantir que usem óculos e camiseta.

Os dermatologistas consideram útil proteger bebês e crianças com um produto de proteção solar, além de não expô-los ao sol. O risco de câncer da pele em adultos aumenta proporcionalmente ao número de queimaduras solares durante a infância. Recomenda-se o uso de produtos especificamente formulados para eles.

Formulamos produtos de proteção solar para crianças com atenção especial: - São sistematicamente de alto índice de proteção solar (FPS): entre 30 e 50 ou mais - Contêm uma concentração mais baixa de certos ingredientes, em particular a dos filtros UV, que é ajustada para garantir a proteção ideal. - São hipoalergênicos - São projetados para se manterem de forma particularmente eficaz na pele, garantindo resistência à proteção contra agressões ligadas ao comportamento das crianças na praia, como por exemplo, alta resistência à água e à areia. Sua textura é mais adequada e pegajosa, o produto é mais visível para verificar se foi passado em todas as áreas da pele da criança.

Gestantes

Nos laboratórios da L'Oréal, temos uma carta de formulação específica para produtos destinados a gestantes. Adaptamos nossa avaliação de segurança a essa população específica de consumidores. A grande maioria dos nossos produtos pode ser usada com segurança por gestantes, a menos que tenha sido contra-indicado pelo ginecologista. Em caso de dúvida, especialmente para profissionais (por exemplo, cabeleireiros), recomendamos perguntar a um médico.

No entanto, existem casos excepcionais em que podemos desaconselhar o uso de um produto em gestantes. Quando nossa análise de segurança exige, colocamos uma menção especial na embalagem do produto. É o caso de certos produtos, como produtos de emagrecimento que contêm cafeína.

Para o caso específico de corantes, nenhum estudo mostrou uma ligação entre a coloração capilar e riscos para o feto. O mesmo vale para produtos de descoloração. Cada coloração capilar está sujeita a uma avaliação do Comitê Científico de Segurança do Consumidor, que examina todos os dados toxicológicos, incluindo o estudo do impacto no desenvolvimento fetal.

Os dados disponíveis permitem concluir que não há risco específico para as gestantes e seus futuros bebês, daí a ausência de restrições específicas de uso para essa população. O risco de alergia é bem identificado para todas as categorias de usuários e, portanto, devidamente mencionado nas embalagens com a recomendação de fazer um teste de contato antes de cada uso. É ainda mais recomendado para gestantes, pois o tratamento medicamentoso de uma alergia pode ser problemático.