inclusao racial iniciativas loreal brasil

L’Oréal reforça iniciativas para promover diversidade e inclusão racial

Banco de talentos e programas de mentoria e idiomas buscam acelerar entrada e desenvolvimento de profissionais negros na Companhia

A L’Oréal Brasil está reforçando suas ações de diversidade e inclusão para valorizar talentos negros e promover mais igualdade racial no quadro de Colaboradores da Companhia. As iniciativas, idealizadas ao longo do ano de 2020, fazem parte do programa L’Oréal Plural e envolvem a abertura do banco de talentos para profissionais negros e negras, reformulação da rede interna de afinidade de pessoas negras, a L'OréAfro, além da criação dos Programas de Idiomas Inclusivo e de Mentoria focados em inclusão racial.

 

“As pessoas negras representam mais da metade da população brasileira, mas ainda são sub representados em diversos espaços. Precisamos, enquanto grande organização, nos engajar em iniciativas que contribuam para a mudança desse cenário. Diversidade e Inclusão estão no centro da estratégia da L'Oréal Brasil, ocupando um lugar de destaque no nosso Frame. Isso significa dar vida a ações e projetos relevantes que transformem a nossa força de trabalho em uma representação da sociedade brasileira - em termos de raça e cor, gênero, orientação sexual e identidade de gênero e deficiências. Tenho certeza que é o certo a ser feito e que em um futuro breve teremos uma história muito bonita para contar, declarou An Verhulst-Santos, Presidente da L’Oréal Brasil.


Banco de talentos da L’Oréal Brasil para profissionais negros busca mais inclusão racial na Companhia

 

 

Segundo o time que compõe o L’Oréal Plural, programa de diversidade e inclusão da Companhia, a L’Oréal Brasil acredita que a pluralidade é o caminho para construir uma empresa ainda mais disruptiva e inovadora - por isso, trazer cada vez mais representatividade da sociedade ao quadro interno é tão estratégico para o negócio. 

“Mais que um nome, plural é a forma como enxergamos o mundo. Acreditamos que essa pluralidade nos leva a soluções mais inovadoras e essenciais para criarmos a beleza que faz o mundo avançar”, conta Ana Carolina Sampaio, Analista de Diversidade & Inclusão da L’Oréal Brasil. Alinhado a esse pensamento, surgiram iniciativas como o banco de talentos negros. O intuito, segundo Ana Carolina, é facilitar ainda mais o acesso desses profissionais, para que tenham a oportunidade de atuar e contribuir nas mais diferentes áreas da L’Oréal Brasil. 


Programa de CoMentoria tem objetivo de permitir trocas e acelerar a capacitação de líderes e negros

 

 

Da mesma forma, além de facilitar a entrada de negros e negras na Companhia, a equipe L’Oréal Plural também mapeou ações que pudessem acelerar ainda mais o tema internamente entre os Colaboradores. A partir disso, foi criado o Programa de CoMentoria focado em igualdade racial. Nele, de acordo com Carolina Sampaio, Analista de Diversidade & Inclusão da L’Oréal Brasil, a mentoria acontecerá em duas frentes: primeiro, colaboradores negros irão receber mentoria de diversos líderes da organização, como recurso de aprendizagem para aceleração das suas carreiras e integração mais rápida à cultura da L’Oréal. 


Já na segunda etapa, será feita a Mentoria Reversa, com colaboradores negros levando aos líderes da Companhia um maior entendimento sobre o contexto racial. “Ao todo, 26 líderes da alta liderança participarão dessa mentoria, na qual 26 colaboradores negros irão ter papel de seus mentores no tema de diversidade e inclusão racial para compartilhar conhecimento e experiências. O objetivo é termos líderes cada vez mais conscientes do seu papel na inclusão”, explica a Analista. 


Programa de Idiomas lançado pela L’Oréal Brasil vai acelerar desenvolvimento de profissionais negros

 

 

Junto a essas iniciativas, a L’Oréal Brasil ainda anunciou o lançamento do Programa de Idiomas Inclusivo para acelerar o desenvolvimento de profissionais negros que podem não ter tido acesso a cursos de inglês ao longo da vida. Para fazer a ação acontecer, a Companhia conta com uma consultoria especializada em Educação e com professores negros para as aulas.


Segundo Ana Carolina, embora a L’Oréal não exija inglês como critério de seleção na maior parte das posições de entrada (como jovens aprendizes, estagiários e analistas), o domínio da língua inglesa pode ser uma variável importante no crescimento profissional dentro de uma organização multinacional. “Essa proposta não só atinge nosso objetivo técnico, que é a aprendizagem do inglês, mas também é mais uma iniciativa para potencializar o fortalecimento, empoderamento e aumento da autoestima dos nossos Colaboradores”, finaliza.