Loreal brasil lab jovens

L’Oréal Brasil lança dois prêmios para o programa LAB Jovens em prol da conservação marinha

Jovens de comunidades e indígenas podem se inscrever gratuitamente até 10 de junho e desenvolver projetos para preservar a Baía de Guanabara e os rios da Amazônia. Vencedores podem ganhar até R$ 5 mil

Comprometida com o meio ambiente e o futuro, a L’Oréal Brasil se une ao LAB Jovens, programa de mobilização da juventude brasileira contra a poluição das águas e os microplásticos, para lançar duas premiações: o Prêmio L’Oréal Ativismo Comunitário em Prol da Baía de Guanabara, e o Prêmio L’Oréal Ativismo Indígena em Prol da Amazônia. Agora, jovens de 18 a 26 anos de todo o Brasil podem se inscrever gratuitamente até 10 de junho para desenvolver, até novembro, um projeto-ação em defesa das águas da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, e da Amazônia em um ou mais campos de atuação: jornalismo e educação, engajamento comunitário, soluções científicas, propostas artísticas e cooperação internacional.

“A beleza vai bem além dos produtos, ela é também construir um futuro desejável para a humanidade. Água é um bem precioso para nossa sociedade e temos a responsabilidade de cuidar dela. Projetos como esse demonstram o nosso protagonismo social e a nossa missão, que é construir a beleza do amanhã, mas também nossa vontade de empoderar a juventude das comunidades, como a indígena, a ser a defensora do amanhã. A beleza do futuro será sustentável, inclusiva e natural, e nós faremos isso juntos. O protagonismo está aqui e agora, se quisermos ter um amanhã melhor”,

- Maya Colombani, Diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil

Iniciativa busca empoderar jovens a serem colíderes através de um movimento nacional de ativismo

A partir desta iniciativa, a L’Oréal Brasil deseja empoderar os jovens, principalmente os de comunidades vulneráveis e indígenas, a serem ecolíderes através da criação de um movimento nacional de ativismo ao lado do LAB Jovens. O programa, vale destacar, tem como compromisso apoiar o engajamento da juventude pelo meio ambiente, promover a igualdade de gênero e celebrar a diversidade de identidade, experiências e soluções.

Na primeira fase, de 19 de junho a 24 de julho, 200 jovens selecionados participarão de seis webinários temáticos sobre a defesa do oceano e dos rios e a luta contra a poluição. Cinquenta jovens serão selecionados para a fase seguinte, de 14 de agosto a 9 de outubro, em que terão a oportunidade de ter um mentor para acompanhá-los no desenvolvimento do projeto, participarão de encontros com profissionais e defensores inspiradores de cada um dos campos de atuação do prêmio e de cinco ateliês de elaboração de projetos na defesa do oceano e dos rios com atividades metodológicas e conversas entre pares.

Dez projetos serão selecionados por um júri de defensores do oceano e rios e patrocinadores. Os finalistas serão convidados para um evento final em novembro para apresentarem seus projetos e poderão se beneficiar de um fundo de até R$5 mil e convites para pesquisas de campo. O Prêmio L’Oréal Ativismo Comunitário em Prol da Baía de Guanabara e o Prêmio L’Oréal Ativismo Indígena em Prol da Amazônia beneficiarão seis vencedores das três categorias de cada prêmio: categoria Rio, com R$ 1 mil; Mar com R$ 2 mil; e, com o valor máximo, a categoria Oceano. Todos os vencedores ganharão também um perfume Acqua di Giò, de Giorgio Armani.

A Embaixada da França e a Delegação da União Europeia no Brasil também serão responsáveis por outros prêmios que contemplam um fundo semente de até R$5 mil e oportunidades de pesquisa de campo com o Instituto Serrapilheira, LMI Tapioca e Fondation Tara Océan.

O que é o LAB Jovens? Saiba mais sobre o programa patrocinado pela L’Oréal Brasil

O LAB Jovens é organizado pela Embaixada da França, Câmara de Comércio França Brasil, Delegação da União Europeia no Brasil, Fondation Tara Océan, Fundo Casa Socioambiental, Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IRD), Instituto Serrapilheira, Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e UNESCO Brasil. É patrocinado pela L’Oréal Brasil e apoiado pela Aliança Francesa de Florianópolis, Engajamundo, Fundação Amazônia Sustentável (FAS), Instituto Ecológico Aqualung, Liga das Mulheres pelo Oceano, LMI Tapioca, RARE, RUAS, SDSN Amazônia e Viração.