Sustainable talks: L’Oréal fala sobre urgência em foco no desenvolvimento sustentável

“A sustentabilidade não pode estar ao lado do negócio, ela precisa estar dentro dele”. Essa foi uma das reflexões de Maya Colombani, Diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil, durante o painel “Retomada Verde” na 2ª edição do encontro Sustainable Talks, realizado pela Scania. No evento virtual, que teve o objetivo de debater a sustentabilidade como resposta à crise da Covid-19, representantes de diferentes empresas como Ambev, Grupo Bimbo, B3 e BNDES, Maya relembrou o novo compromisso de sustentabilidade para 2030 da L’Oréal Brasil e abordou as oportunidades e desafios do tema dentro das companhias. E, afinal de contas, quais respostas dentro de sustentabilidade o setor privado pode dar como contribuição para moldar o mundo de hoje e do amanhã?

Impacto positivo por meio do desenvolvimento sustentável deve começar pela reinvenção do negócio

Para Maya, o primeiro passo é reinventar a maneira de fazer negócio e trazer a sustentabilidade para o dia a dia da empresa. Durante o papo ao lado de Karina Fogel, Diretora Global de Comunicação do Grupo Bimbo, Marcelo Abrantes Linguitte, Head de Parcerias Estratégicas e Mobilização de Recursos do Pacto Global da ONU, e Carolina Santos Pecorari, Diretora de Sustentabilidade e Tecnologia na área de compras da Ambev, ela contou que, na L’Oréal, essa reinvenção vem acontecendo há anos por meio de mudanças na maneira de trabalhar e pensar o papel da Companhia na sociedade.

“Para nós, a sustentabilidade é uma condição ‘sine qua non’ [sem a qual não]. Estamos em um processo constante de transformação do nosso negócio, e ele está funcionando. Somos a única empresa a alcançar nota ‘A’ nas três categorias do prêmio CDP por 4 anos seguidos, e no Brasil, fomos reconhecidos por 3 anos pelo Guia Exame de Sustentabilidade”, lembrou ela. No entanto, a Diretora lembra que não há perfeição quando o assunto é sustentabilidade - e isso inclui o setor privado.

L’Oréal investe em metas ambiciosas de sustentabilidade para acelerar transformação do negócio

No evento, Maya lembrou da ambição da L’Oréal para 2030 por meio do L’Oréal Para o Futuro, novo compromisso de sustentabilidade do Grupo com metas para os próximos 10 anos. Nele, o objetivo é seguir em direção a um modelo de negócios sustentável, respeitando os limites do planeta com foco em 3 pilares: transformação da cadeia de valor respeitando os limites do planeta, empoderar nosso ecossistema e contribuirnos desafios que o mundo enfrenta.

Todas as metas foram definidas de acordo com a iniciativa Science-Based Targets, e propõem esforços como:

- o comprometimento em ser carbono neutro em todas as instalações até 2025 -  meta que será cumprida no Brasil até o fim deste ano, 5 anos antes da meta internacional do Grupo;

- reutilizar 100% da água utilizada nos nossos processos industriais até 2030;

- reduzir 50% das emissões de gases de efeito de estufa por produto final em 10 anos, além de outras metas.

Diretora reforça responsabilidade do setor privado em ajudar nos desafios da sociedade

Hoje, considerando que o planeta atingirá seu limite para sobrevivência humana em 10 anos - e que esse é o tempo que temos para garantir uma grande virada contra as mudanças climáticas -, Maya reforça a responsabilidade de todo setor privado em guiar cada etapa da cadeia de valor com foco no tema. “Na L’Oréal estamos nesse processo constante de transformação, resiliência, superação e evolução. Não vamos salvar o mundo, mas temos que ser catalisadores de mudança. Então, temos que ter um protagonismo constante, com a humildade de lembrar que não somos perfeitos, mas sem nunca desistir de melhorar”, reforça.

“Para nós, a performance econômica da empresa é tão importante quanto nosso papel em sustentabilidade, porque temos uma responsabilidade com a sociedade e com o meio ambiente. Temos que usar esse alerta, essa emergência que a Covid-19 trouxe, para acelerar a nossa transformação. O futuro está na nossa frente, mas, mais do que tudo, o futuro está nas nossas mãos”, refletiu a Diretora.

Redação: Raquel Carletto

Sustainable Talks: L’Oréal fala sobre urgência em foco no desenvolvimento sustentável