humor comunicacao interna

Comunicação corporativa com humor: é possível apostar em comunicados divertidos?

Entenda a estratégia da L’Oréal Brasil para trazer leveza a temas de comunicação interna

Por que não trazer um pouco de humor para comunicar assuntos burocráticos com mais leveza no nosso dia a dia? Pensando em usar a descontração como uma forma de aumentar o engajamento sobre conteúdos corporativos entre os Colaboradores da L’Oréal Brasil, os times de Comunicação e RH vem se inspirando nos melhores memes da internet para divulgar e dar ainda mais visibilidade à campanhas internas. Para entender como é o processo de criação desses conteúdos, conversamos com Felipe Izidoro, Analista de Comunicação Interna, e Juliana Marvila, Analista de RH da L’Oréal Cosmética Ativa - dois rostos bem conhecidos dos vídeos e imagens pra lá de divertidas compartilhadas nas contas de Instagram das divisões da L'Oréal Brasil. Confira!

 

Comunicação mais divertida começou com imagens de ‘bom dia’ e vídeos estilo TikTok para divulgar a MAP

Um momento de descontração, mas que reforça uma mensagem importante - é assim que Felipe Izidoro define os conteúdos de humor criados pelo time. Ele conta que tudo começou no ano passado, a partir da intenção de aumentar o buzz ao redor da MAP, o momento de avaliação interna que ocorre duas vezes ao ano para Colaboradores. A estratégia foi criar conteúdos de “bom dia”, remetendo àquelas imagens com mensagens motivacionais enviadas como corrente pelo WhatsApp, mas dessa vez com frases a respeito da campanha. 

“Enviei sem muita pretensão no grupo de RH e, quando nos demos conta, o COMEX já tinha recebido e enviado para suas áreas. Foi hilário ver a reação de todos e o feedback não poderia ter sido melhor. A partir desse ponto, decidimos apostar na comunicação mais divertida para esse assunto que é super importante para a empresa, mas que acabava caindo em um território pouco engajador”, explica. 

Por sinal, foi também durante uma campanha de avaliação interna que Juliana Marvila foi desafiada a criar um plano de comunicação diferente para divulgação do tema. “Eu tinha acabado de baixar o aplicativo TikTok no meu celular, então, vi ali o match perfeito. O primeiro vídeo que fiz, na verdade, foi um rascunho para a Alice Pinho, minha Gestora, e a Anne Jacobson, minha Gerente. Ficou tão espontâneo que elas decidiram usar assim mesmo e o vídeo circulou por várias divisões”, relembra. 

Trends das redes sociais e situações do dia a dia inspiram os times e criam identificação com o conteúdo

E por falar em Tik Tok, já se perguntou de onde os times tiram inspiração para deixar assuntos corporativos tão divertidos? Segundo Felipe e Juliana, além da rede social de vídeos, outras como Twitter e a seção Reels do Instagram também ajudam na criatividade. “De um modo geral, todos nós que passamos a criar esses conteúdos somos heavy users de internet, o que já nos aproxima dos memes, challenges e trends que têm surgido. Com o conhecimento sobre o tema que queremos abordar, conseguimos identificar a melhor oportunidade para criar um conteúdo divertido que o Colaborador vai reconhecer de cara”, conta ele. “Além disso, eu também já me peguei várias vezes em situações do dia dia na empresa em que pensei ‘nossa, isso daria um vídeo engraçado’”, lembra ela. 

Engajamento dos conteúdos vem permitindo mais interesse nas campanhas internas

E é no dia a dia da na L’Oréal que os resultados desses conteúdos são medidos - seja por meio dos números de engajamento das ações ou do feedback direto dos Colaboradores. Afinal, depois de viralizarem com os vídeos e conteúdos de humor, ficou difícil para a dupla passar despercebida. “De vez em quando um Colaborador vem falar comigo sobre algo do trabalho e já pontua ‘queria dizer que amei seus vídeos da MAP’”, lembra Juliana. 

Para ela, o motivo de tanto sucesso está não só no humor, mas também na quebra da ideia de que um assunto corporativo precisa ser necessariamente rígido. “Fazer graça, por si só, já aproxima, mas é diferente ver uma figura corporativa nesse papel tão descontraído... as pessoas vão querer conferir, compartilhar mais, e também acabam se interessando mais pelo tema”, reflete ela. 

“Acho que todos nós já estamos imersos em um grande volume de informações no dia a dia, tanto no trabalho quanto na vida pessoal, então, cai bem trazer temas complexos em um tom mais suave. No fim do dia, conseguimos criar um conteúdo leve de ser consumido e capaz de trazer resultados robustos para as campanhas”, completa Felipe.